19°C 36°C
Porto Velho, RO
Publicidade
Anúncio

ESTÁ CHEGANDO AO FIM A HERANÇA MALDITA

SINAL DE LUZ NO FIM DO TÚNEL

06/03/2020 às 15h42
Por: Pedro Francisco Fonte: Pedro Francisco
Compartilhe:
Imagem Ilustrativa
Imagem Ilustrativa

Está chegando ao fim mais uma das “heranças malditas” deixadas pelo antecessor do atual prefeito, herança que vem judiando imensamente de nossa sofrida população de Porto Velho/Rondônia, uma das capitais mais carentes em todos os sentidos da Região Norte do Brasil.

Na última quinta-feira, dia cinco (05), o prefeito de Porto Velho/RO, Dr. Hildon Chaves (PSDB-45) juntamente com o procurador do Município Dr. Salatiel Lemos Valverde, na tentativa de “salvar” a população mais uma vez de uma greve dos motoristas, cobradores e demais funcionários do consórcio SIM, em uma reunião no sindicato da categoria apresentou uma proposta para ajudar os trabalhadores. A proposta vem ao encontro dos anseios dos trabalhadores e, em razão de uma condenação em primeiro () grau, ocorrida na demora na concessão de aumento em dois mil e dezessete (2017). O prefeito adiantou que está trabalhando forte junto a Procuradoria Geral do Município (PGM), no sentido de resolver alguns entraves jurídicos. Nas palavras do prefeito Dr. Hildon Chaves, esse acordo é para que, ao invés desses valores irem para a empresa, que não vem cumprindo com as suas obrigações patronais, desrespeitando a população, seja encaminhado para o pagamento dos salários dos trabalhadores, frisou.

Por outro lado, a única empresa participante na concorrência (licitação) para prestar o serviço de transporte público no município, a empresa J T P Transportes, serviços, gerenciamento e recursos humanos Ltda., foi declarada a vencedora da concorrência, tendo em vista apresentar a proposta de tarifa no valor de quatro reais e cinco (R$. 4,05) centavos de real. O secretario da SEMTRAN, Cel. Nilton Gonçalves Kisner, falta pouca coisa, já estamos na fase derradeira da homologação, apenas trâmites burocráticos, na observação das legislações pertinentes, ainda de acordo com o secretário, para chegar a esse valor houve a tabulação de vários critérios dentro da licitação por preço e técnica. Disse ainda, por exemplo, sobre a antiguidade (idade) dos veículos, que será até no máximo do ano de dois mil e quatorze (2014). Teve a empresa JTP, ainda boa pontuação com relação a quantidade de ônibus dotados com aparelhos de ar-condicionado. Onde o edital exigia o mínimo de quatorze (14) na fase inicial das operações. A empresa começará com vinte e cinco (25) veículos, mas adianta que em curto espaço de tempo estará atuando com setenta e quatro (74) veículos a disposição da população.

De acordo com a proposta apresentada pela empresa homologada, em prazo não superior a quatro meses (04) meses após a assinatura do contrato de concessão, ela colocará em circulação nas vias da capital cento e quarenta e três (143) veículos para uso dos munícipes. Com isso, provavelmente chegará ao fim essa “herança maldita” deixada pelo hoje, atual deputado federal senhor Mauro Nazif (PSB-40).

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias