19°C 36°C
Porto Velho, RO
Publicidade
Anúncio

A GRANDE POLÊMICA EM CIMA DE NADA

MUDANÇAS QUE PRECISAM SER REALIZADAS

01/09/2020 às 10h06
Por: Pedro Francisco Fonte: Pedro Francisco
Compartilhe:
Foto Ilustrativa da Internet
Foto Ilustrativa da Internet

Nos últimos dias, a discussão foi imensa em razão da nomeação de um médico, para a o Departamento de Imunizações e Doenças Transmissíveis, no Ministério da Saúde. Evidentemente que é uma situação muito delicada se as pessoas que criticam a atitude do atual Ministro da Saúde, o Senhor Eduardo Pazuello, pessoa, que muitos criticam por estarINTERINAMENTEna função de Ministro, ora, o que isso tem a ver se ele é ministro efetivo ou interino, qualquer das nomenclaturas são demissíveis a qualquer momento pelo Presidente da República, isso não passa de “joguete” de palavras de pessoas que desejam desestabilizar um sistema de governo.

Voltando ao senhor diretor recém nomeado, não há nada em que desabone a sua nomeação, ao que parece, a polêmica toda é em razão de o mesmo ser um médico veterinário e muitos acharem a sua capacidadelimitada”, ledo engano. Já se passaram por secretarias municipais, secretarias estaduais de saúde e outras, pessoas que nunca tinham ocupado aquelas pastas, sendo estes de profissões totalmente diferentes das funções que ocuparam e que deu certo no cargo/função. Podemos observar, que não faz tanto tempo assim, um dos melhores Ministros de Saúde que tivemos foi o atual Senador da República José Serra, (Engenharia Civil, USP, São Paulo, 1960-1964; Doutorado em Economia, Cornell University, EUA, 1974-1976) ele, creio, nunca realizou a sua inscrição em uma faculdade de medicina no Brasil ou exterior, no entanto, não houve essa grita geral dos políticos e politiqueiros como estamos acompanhando.

O nosso Diretor de Departamento em discussão é Mestre em Saúde Animal (o que somos), formado pela UNB – Universidade de Brasília e, estava atuando como o responsável técnico dos reservatórios da leishmaniose, no mesmo Distrito Federal. Sua nomeação no último dia trinta e um (31), no Diário Oficial da União, causou um grandefurorna mídia e redes sociais, inclusive, O ex-secretário nacional de Vigilância Sanitária Wanderson Oliveira, afirmou ser "lamentável" o "desmonte" da pasta. Ora, cada responsável que assume qualquer cargo ou função pública de destaque, certamente vai colocar em sua equipe pessoas de sua confiança, para que as coisas possam funcionar conforme o seu planejamento ou determinações de seu superior hierárquico.

Nós, não passamos de “animais”, apenas, somos tratados como “racionais”, coisa que hoje em dia está muito para ser discutido e revista essa situação. Nós cidadãos brasileiros, não podemos mais aceitar certas críticas sem fundamentos, críticas feitas simplesmente por não estar sendo beneficiado diretamente, enfim, estamos no caminho das mudanças, as pessoas demoram para se acostumarem às mudanças, em especial os “politiqueiros” ou aqueles que não são adeptos da cor “verde e amarelo”.

Acorda Brasil!

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias