19°C 36°C
Porto Velho, RO
Publicidade
Anúncio

ESPORTE EM DISCUSSÃO, UNIÃO, ESTADOS EMUNICÍPIOS.

ESPORTE EM DISCUSSÃO, UNIÃO, ESTADOS EMUNICÍPIOS.

05/03/2023 às 14h31
Por: Pedro Francisco Fonte: Pedro Francisco
Compartilhe:
Foto do Evento
Foto do Evento

Encerrou-se neste domingo (05/03/2023), uma importante ação em favor do desporto em nossa capital, capitaneada pela senhora secretária de esportes e lazer, realizada no Teatro Banzeiros, no centro de Porto Velho/Rondônia, com a presença de ilustres participantes, dentre ele o prefeito da capital Hildon Chaves que, na abertura do evento reafirmou o compromisso que tem com o esporte que, segundo suas palavras “é a mais poderosa ferramenta de transformação social”.

Sem quaisquer sombras de dúvidas, o esporte no geral, independe de sua modalidade, além de mexer com multidões, gerar emprego e renda, faz o mais importante, ocupa a cabeça e o físico das crianças, jovens, adolescentes e até mesmo dos idosos, fazendo com que estes tenham vida saudável, mais relacionamento social e, acima de tudo, ainda afasta a todos dos caminhos do mal.

 

Com o tema principal do evento, “qual o papel dos municípios, estado e união”, a secretária de esportes e lazer IVONETE GOMES, relatou em suas falas que a Lei do Desporto ainda não foi integralmente regulamentada, deixando uma lacuna enorme para interpretações dúbias e ficando vago o que cabe a responsabilidade de cada um dos três (03) entes federativos. Já na fala do superintendente da SEJUCEL, senhor Júnior Lopes, disse que a intenção de sua pasta é contribuir com os municípios do estado de Rondônia más que, infelizmente existe um triste dado, onde relatou que a pasta sob o seu comando tem a insignificante importância orçamentária de novecentos (900.000,00) mil reais para atender a todas as demandas. De acordo com o senhor superintendente, em anos passados, a situação era bem diferente da atual realidade onde, a SEJUCEL já teve sob sua responsabilidade a importância considerável de dezesseis (16.000.000,00) milhões que, mesmo com ainda algumas dificuldades conseguiam atender aos anseios do meio desportivo, no entanto, administradores anteriores não souberam ou não tiveram competência ou capacidade para desenvolverem os projetos e, infelizmente o orçamento teve de ser devolvido.

 

O FUTEBOL EM RONDÔNIA

 

Aproveitando o “gancho” da matéria e o respectivo assunto, ficam os esportistas profissionais, os amantes do futebol e suas equipes a perguntar:

 

Como pode, um estado do porte e tamanho de Rondônia, ter em seu campeonato oficial e profissional de futebol contar com apenas meia dúzia (06) ou quando no máximo (08) equipes em uma competição de futebol?

 

Evidente que temos algo não muito correto e transparente acontecendo lá pelas bandas da Federação de Futebol de Rondônia.  É certo e sabido que aquela entidade não possui uma alternância de poderes ou de mando a muitos anos ou décadas, onde entra ano e sai ano, a presidência da mesma fica apenas na “mão” de seu atual controlador “mor” e dono da mesma. Já estamos em Rondônia, vai-se completar vinte e sete (27) anos e, o mesmo, não sei como e a que custo, sempre é reeleito para o mesmo cargo/função na entidade representativa do futebol. Cristalinamente algo não está correto,

 

Para velar pelas instituições associativas, de acordo com o nosso famoso Código Civil, cabe aos seus associados e, quando na ausência dos mesmos, cremos que o Ministério Público tenha a competência e o dever de verificar o que ocorre na entidade, fica a “dica”. É inadmissível que no estado de Rondônia tenhamos um campeonato oficial de futebol com apenas seis (06) ou oito (08) equipes, onde ficamos na defasagem da exportação ou a elevação de atletas a patamares satisfatórios, pois o que não falta aqui em nossa região são jogadores de futebol criativos, habilidosos e com muita vontade de seguir sua carreira em equipes maiores.

 

Com a palavra os senhores responsáveis pelo esporte em nossos municípios, estado e união.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias