19°C 36°C
Porto Velho, RO
Publicidade
Anúncio

NOVO ANO ELEITORAL BRASILEIRO 2020

QUEM VAI DECIDIR O QUE FAZER, O QUE VOCÊ QUER PARA A CIDADE

14/01/2020 às 11h07
Por: Pedro Francisco Fonte: Pedro Francisco
Compartilhe:

É chegado mais um ano de eleições em todo o Brasil. Em mais um ano, os brasileiros que são responsáveis pelos destinos das cidades onde residem e são cadastrados no sistema eleitoral estão com a imensa responsabilidade de escolherem os prefeitos, os vices prefeitos e os inúmeros vereadores que estarão encarregados de fazer com que as cidades sejam próprias para os cidadãos que os escolheram.

 

 

 

Evidente que muitos dos brasileiros, cada um em sua cidade, de acordo com as características das mesmas repetirão os mesmos votos do passado, outros, porém, farão a mudança de seus votos na expectativa de mudar os rumos de sua cidade. Como serão realizadas eleições em 5 570 municípios, em Porto Velho/Rondônia, não poderia ser de forma diferente, também, os porto-velhenses irão às urnas, nos dias quatro (04) e no dia vinte e cinco (25) de Outubro próximo para escolherem os administradores e fiscais da capital.

Já surgem nomes que se colocam a disposição dos eleitores, para desde já serem avaliados pelos eleitores, que a primeira vista estão ávidos que chegue logo esses dias, que parecem muito distantes, porém, daqui a pouco “puft”, já chegou a eleição.

A princípio, se apresentam nomes, além, do já eleito e em exercício, o Dr. Hildon Chaves, o Cel. Charlon, Vinicius Miguel, Dantas do Ovo, o atual deputado federal Léo Moraes, o já tradicional candidato Pimenta de Rondônia, o atual deputado estadual Eyder Brasil, o ex deputado federal Lindomar Garçon, o ex deputado estadual e polêmico Hermínio Coelho, o ex governador Daniel Pereira e o ex prefeito Roberto Eduardo Sobrinho, muitos dos que na relação consta e foi colocada nas mídias dias atrás, já são velhos conhecidos das tais “velha e nova” política, se é que existem políticas velhas e novas. Dentre os nomes apresentados, certamente se destacarão a princípio, dois, três ou até mesmo quatro (04) nomes, que deverão afunilarem-se até o final do primeiro turno, que será no próximo dia quatro (04) acima dito.

Como a cidade e capital Porto Velho/RO, ficou abandonada pelos prefeitos que por ela passaram e pouco ou nada fizeram, a capital se tornou um “berço” de aventureiros e também de “final de carreira” de políticos, com raras excessões, sendo um ou outro eleito para o mesmo cargo ou, quando impedido de disputar o mesmo cargo, por força da legislação, em sendo ele “bom encantador” de eleitores, pode ser alçado a cargos diferentes, conforme ocorreu com o atual deputado federal o Dr. Mauro Nazif, que, de acordo com muitos, ele deixou uma herança “maldita”, para o seu sucessor o Dr. Hildon Chaves, que até hoje enfrenta lutas “homéricas” para resolver problemas deixados por ele, tipo, o transporte coletivo da capital, que aliás, se encontra em greve e, o atual prefeito está em “papos de aranha” para resolver a questão.

Bem, voltemos ao tema principal: dos nomes citados, pode-se dizer que até o atual momento o mais “cotado” para ser alçado ao cargo, sem dúvida ainda é o do atual prefeito, Dr. Hildon Chaves (PSDB 45), seguido do Ex governador Dr. Daniel Pereira (PSB 40) e do atual deputado federal Léo Moraes, do partido PODEMOS, realmente são os que, dependendo do desenrolar de seus “contatos” até as convenções, poderão afunilarem-se até o dia da eleição, dando uma boa dor de cabeça para o eleitor escolher qual deles comandará os destinos da cidade pelos próximos quatro (04) anos.

Cabe a popúlação realizar uma avaliação profunda, se vale a pena fazer a troca do atual prefeito, que certamente dará continuidade ao seu trabalho e proposta de cuidar da cidade de Porto Velho, o que vem fazendo com grande esforço e muitas obras ou, se deve os leitores escolherem outro que por certo fará uma “REAVALIAÇÃO” do que está em andamento no setor de obras e serviços prestados a população, bem como o seu “entrosamento” com os parlamentares em Brasília e na câmara municipal, que está fazendo com que Porto Velho/RO, comece a se apresentar com “cara” de capital de estado.

Porto Velho/Rondônia não pode mais errar na escolha do seu próximo prefeito, sob pena de ser levada e arrastada ao atraso, como aconteceu em tempos e eleições não muito distantes, onde, prefeito, no apagar das luzes saiu sob a condução policial para a delegacia de polícia sob fortes acusações de desmandos e falcatruas quando na ocupação da cadeira municipal.

 

 

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Lenium - Criar site de notícias